A Busca por Voz: Uma Revolução no SEO!

O rankeamento do seu e-commerce está cada vez mais relacionado à pesquisa por voz! Os usuários brasileiros estão aderindo a essa modalidade: entenda mais!

Lucas Maranho Consultor SEO na liveSEO

por Lucas Maranho

Saudações Vulcânicas! E aí, astronauta, aqui quem fala é da terra!
Por aqui, os mobiles – também chamados de celulares – se transformaram em verdadeiras extensões do corpo humano. Sabemos que isso não é novidade! O que, realmente, viemos te contar é que os dedos dos usuários já estão cansados de tanto digitar.

A tendência que tem girado no universo digital é que a busca por produtos e serviços seja feita por voz! Ou seja, o terráqueo, ao invés de ir até o URL digitar o site de busca e, depois, propor palavras-chave específicas, digitando-as uma por uma, apenas se aproxima do celular e pergunta: “Ok, Google, qual o shopping mais próximo?”.

Saiba que a preferência do usuário em “ditar” para o mobile o que está procurando, desejando, precisando saber, é uma forma extremamente econômica e prática de obter informações. É um movimento humano muito mais rápido! Sendo assim, o destaque do momento está todo voltado para a pesquisa de voz.

Mesmo que a revolução “voice-first” ainda seja inicial no Brasil, há uma forte tendência de que ela domine a estratosfera, em breve! Pesquisas (feitas pela statcounter) confirmam que o desktop foi superado pela presença dos dispositivos móveis, para acesso à internet, em nosso território, especificamente, o smartphone se consolida como principal meio de acesso.

Infográfico: Uso da internet no mundo e a superação do uso mobile em cima do desktop

Por isso, a liveSEO tem oferecido técnicas e estratégias para manter os sites em um bom posicionamento, levando em consideração as buscas via voz, pois sabemos o quanto essa adaptação será importante!

Você sabe como funciona uma busca por voz?

A ciência computacional vem superando o desafio de converter os acústicos similares da fala em sinais digitais. Pois, é essa relação entre linguística e computação que tem possibilitado que as informações sejam transportadas de um terráqueo para um mobile!

Graças à definição dos aspectos acústicos e articulatórios da língua natural e, também, seu sistema fonológico, a Computação, a Física e a Linguística se uniram no universo aperfeiçoando mecanismos já existentes na relação entre máquina e usuário, unificando-os pelo som da voz.

Síntese, Reconhecimento e a Interação “Via Fala”

A primeira frente que ficou conhecida foi a da Síntese de Fala. Nesse processo a máquina torna um texto que está escrito em um discurso oral, buscando a mesma forma natural que temos de falar. Com certeza você já pediu para que o Google Tradutor “falasse” um termo em inglês/espanhol/francês para que você pudesse compreender a entonação de uma palavra, não é mesmo?

Depois, veio o Reconhecimento de Fala. A grande novidade foi quando os celulares começaram a cumprir tarefas que lhes foram solicitadas a partir de um comando de voz. Claro que você já ouviu falar de alguns assistentes pessoais, como: Siri, Google Now, Cortona, Google Assistant, Bixby, que fazem o reconhecimento da sua voz. 

Assim, chegamos à chamada Interação via Fala. Hoje, tem acontecido uma verdadeira junção dos dois casos que acabamos de citar, pois há uma pergunta por parte do usuário e uma resposta por parte da máquina, há uma interação, há troca.

A busca por voz como tendência para o SEO

São esses sistemas que aparecem em aplicativos de telefone, na realização de compras online, nos acessos à contas bancárias, dentre outras possibilidades, gerando essa relação “perguntas x respostas” entre a máquina e o usuário.

Ou seja, astronauta, a busca por voz tem crescido exponencialmente, principalmente no Brasil, já que os assistentes pessoais demoraram um pouco parar falar o português brasileiro nos smartphones.
Esse “atraso” no comportamento de busca por voz pode ser muito favorável para quem ainda não avisou a nave mãe das novidades!

Se você está se perguntando: Como ficam, então, as otimizações para sites quando as buscas são realizadas por voz? Sugerimos que você conheça um pouco mais sobre como o seu site pode estar pronto para essa mudança na maneira de pesquisa. Por isso, Mantenha a conexão! É sobre isso que vamos tratar agora!

O primeiro passo em SEO na Busca/Pesquisa  por Voz 

Considerando tudo o que foi exposto, você deve estar pensando como o comportamento do usuário se difere na busca por voz, em como os algoritmos foram modificados para esse tipo de busca.

Sabemos que a Inteligência Artificial (IA) trabalha com o binarismo. Essa condição da máquina ainda não consegue dar conta do equívoco da fala humana. Viajou nas galáxias? Calma que vamos dar um exemplo que você conhece bem: o corretor ortográfico.

Por vezes, só de começar a digitar uma palavra, o corretor vem nos ajudar. É como se ele já “soubesse” o que queremos dizer e acaba terminando de escrever o que estávamos intencionando, gerando maior produtividade e assertividade na busca. Porém, temos certeza de que o corretor já selecionou uma palavra que você não queria para o seu texto, te deixando perdido no espaço!

Pois é, a língua natural não pode ser colocada em gavetas, assim como funciona a língua artificial, treinada para a repetição de dados. Já que na linguagem dos terráqueos a língua precisa deslizar de sentidos, dependendo do contexto, da situação que ela está sendo usada, uma palavra pode ou não fazer sentido.

O mesmo tem acontecido com a fala, nem sempre os assistentes pessoais irão compreender tudo o que está sendo falado, por isso eles estão “atentos” às palavras-chave. Para colaborar, muito mais que na busca digitada, na busca por voz, os usuários são diretos e querem respostas diretas, usando ainda mais palavras-chave contextualizadas.

Diferenças entre pesquisa digitada e pesquisa por voz

Vamos supor que você viajou para Maringá, e quer saber onde está o shopping mais próximo. Se na busca digitada em um site como o Google ou o Amazon (considerados como os players mais atuantes), você digitar “horário de funcionamento shopping”, automaticamente o site de busca vai mostrar, partindo da sua localização, os shoppings mais próximos e, claro, os horários em que eles trabalham.

Mas, se essa busca fosse feita por voz, você, provavelmente, perguntaria de forma menos mecânica e mais natural: “Que horas abre o shopping mais próximo?”, e o site de busca responderia: “Essa é a lista do horário de funcionamento dos shoppings localizados em um raio de 3km”.

Diferença entre pesquisa digitada e pesquisa por voz

Assim, no gap existente entre busca digitada e por voz, o site de busca acerta mais na tentativa de dar ao usuário a exata resposta para o que ele procura. A tendência é que ele te direcione para o shopping aberto da esquina e não para um shopping que também está aberto, mas a 4 km de distância.

Dessa forma, podemos afirmar que os tipos de perguntas de pesquisa estão, cada vez mais, conversacionais, voltadas para um contexto: lugar de onde se fala. A quantidade de palavras e caracteres não aumentou, a diferença é que a pergunta falada é, essencialmente, mais pessoal, descritiva e específica, isto é, ela é mais intencional.

“As perguntas por voz permitem uma previsão maior da intenção do usuário, fica mais fácil especificar se ele está objetivando comprar um produto ou entender mais sobre ele.”

Voltando a nossa noção de contexto, no exemplo dado, o Google entende – pela especificação da cidade de “São Paulo” – que o usuário busca um “onde”. Esse “onde” pode ser ocupado por um “quando”, “quem”, “quais”, “o que”, “como”, “porquê” a depender do que o usuário está buscando.

A liveSEO sabe como fazer o seu negócio decolar!

Existem recursos específicos que fazem com que o seu site exploda nas buscas por voz! A liveSEO além de conhecer, realiza cada um desses mecanismos e veio te contar um pouco mais! Para que o seu site ganhe mais espaço nas buscas por voz, a liveSEO:

  • Alia os dados sobre a sua empresa – como: localização, número de telefone, endereço da página oficial, imagens especiais, e horário de funcionamento – com o Google;
  • Localiza as perguntas mais frequentes que os consumidores têm feito sobre o seu negócio;
  • Cria conteúdos que respondem exatamente as inquietações dos seus usuários, mostrando “do que se trata” o seu negócio;
  • Apresenta qualidade em diferenciar a escrita do tom conversacional;
  • Possibilita que o seu conteúdo apareça como primeira posição dos sites de buscas – afinal os assistentes por voz leem justamente o featured snippet (também conhecido como posição “0” na lista de resultados fornecidos pelo Google).

Conclusão

A liveSEO é excelência em otimização de sites para mecanismos de pesquisa e entende sobre as novas estratégias para manter o seu site relevante e bem posicionado nos resultados de busca por voz. Os nossos mecanismos estão voltados a ajudar os seus clientes a encontrarem exatamente o que procuram.

Proporcionamos boas práticas de SEO (saiba a diferença entre Black e White hat) para otimizar as páginas na web, como: respostas rápidas para os seus usuários, atualização das contextualizações do seu site, conteúdos direcionados e completos em relação às informações localizáveis de buscas regionais, segurança https do site, entre outros, sempre voltados para o tom conversacional.