Imagem de capa do dicionário de SEO "Sitemap"

Sitemap: o que é e qual é a sua importância?

Conteúdo
Conteúdo

Sitemap

O sitemap é um arquivo com o “mapa” do seu site, fornecendo informações importantes sobre a estrutura das suas páginas, os vídeos e outros arquivos para os mecanismos de busca, permitindo que eles rastreiem com maior eficiência o seu site. Com ele, você já demonstra ao Google uma maior organização, algo que o mecanismo costuma gostar.

Esse arquivo XML — e que pode ser feito em outros formatos, como veremos a seguir — é muito importante para as suas estratégias de SEO e o rastreio do seu site. Quer entender melhor como ele funciona e como configurar um? Então, continue a leitura e vamos conferir tudo sobre os sitemaps em mais um Dicionário do SEO!

O que é sitemap?

O sitemap é, basicamente, o mapa do seu site no qual você mostra toda a estrutura dele de forma organizada para os rastreadores, indicando as páginas importantes e que deseja que sejam indexadas e armazenadas nos servidores dos mecanismos de pesquisa.

Seu formato mais comum é o de arquivo XML, porém é possível utilizá-lo em outros também, como o RSS e o TXT. Mas o mais recomendado é o XML com um número máximo de 50 mil URLs, além de um tamanho de 10 MB. Se você precisa colocar mais URLs do que isso, é possível adicionar dentro dele outros sitemaps por meio de links.

Por exemplo, tenho um sitemap.xml (com as páginas do meu site) e, dentro dele, tenho um link com blogposts.xml no qual ficarão somente os links de blogposts. Dessa forma, você mostra para o Google o quanto está organizado e facilita o rastreio das suas páginas, além de conseguir identificar páginas que não foram linkadas ali dentro.

A grande maioria das plataformas de e-commerces e de blogposts já contam com o sitemap. Nosso especialista Lucas Maranho recomenda se você tiver uma versão WordPress, utilizar um plugin, como o Yoast SEO. Ele produz o seu sitemap e permite que você defina o que irá para esse mapa do site.

Para o que o sitemap é usado?

O sitemap é utilizado para mostrar aos robôs rastreadores dos mecanismos de buscas aquelas páginas e arquivos mais importantes para o seu site, trazendo a sua estrutura interna de forma organizada. Com isso, os rastreadores têm um trabalho muito mais fácil na hora de rastrear as suas páginas, gastando menos tempo para encontrar o que precisa.

Eles também são ótimas opções para você informar aos mecanismos de alguns tipos de conteúdos específicos nas suas páginas, como vídeos. Nesse caso, por meio do sitemap, é possível informar o tempo de duração do vídeo, por exemplo.

Por conta disso, usar um sitemap em sites com grandes quantidades de páginas ou que trabalham com tipos específicos de arquivos se torna fundamental. Mas além dessas situações, existem alguns outros casos onde utilizar um mapa do site é importante. Confira abaixo:

  • Site novo: quando o seu site é muito recente e ainda tem poucos links internos, os rastreadores podem levar mais tempo para encontrar as suas páginas;
  • Páginas órfãs: as orphan pages são páginas que possuem links de nenhuma outra parte do seu site, ficando isoladas e sendo dificilmente rastreadas;
  • Sites com muitas páginas: os grandes sites que possuem milhares de páginas para serem indexadas podem ser mais difíceis de rastrear, e os robôs podem acabar ignorando alguns endereços;
  • Site com rich media (imagens e vídeos): ou sites exibidos no Google Notícias, afinal, o sitemap ajuda os rastreadores a extraírem o máximo de informações desses conteúdos específicos.

Estratégias relacionadas

O sitemap não é algo isolado dentro do SEO, como diversas outras ferramentas e técnicas, ele possui diversas estratégias relacionadas que o tornam mais completo e eficiente na conquista dos resultados esperados. Vamos conferir quais são essas estratégias que se relacionam com os sitemaps?

  • Largest Contentful Paint (LCP): métrica de velocidade muito importante;
  • Google Search Console (GSC): ferramenta do Google com dados e relatórios importantes.

Como configurar um sitemap?

Configurar um sitemap é uma tarefa simples que pode ser feita com a ajuda de algumas ferramentas — que recomendamos — ou manualmente — não indicado.

O primeiro passo é definir quais URLs serão colocados nele. Isso não significa que é necessário adicionar todas as existentes no seu site, páginas como Termos de Uso, não têm grande necessidade de estarem nele. Escolha o formato que será utilizado, a melhor forma é por meio de um CMS que consiga gerar automaticamente.

Viu como o sitemap é importante para o seu site? O seu uso é fundamental para mostrar ao Google uma boa organização e tornar o processo de rastreio das páginas mais fácil e eficiente. Aproveite para conferir outros conteúdos importantes como esse no blog da liveSEO e aprenda muito mais sobre esse universo. Até a próxima!

Lucas Maranho
Lucas Maranho
Fundador da liveSEO, Agência com foco em SEO que atende e já atendeu E-Commerces no Brasil, Espanha, Estados Unidos, Israel, Paraguai e Polônia, Chile, Colombia, México, desenvolvendo o SEO técnico e de conteúdo com foco em resultados orgânicos.