Título do conteúdo e imagem vetorial de planilha em fundo preto.

Como usar o Google Search Console: um guia voltado para SEO

Google Search Console: o que é e como utilizar a ferramenta em seu site!

Esse é mais um webinar repleto de conhecimento e boas práticas. E a pauta principal gira em torno de um assunto muito importante para analisar o desempenho de um e-commerce: Como usar o Google Search Console. Durante essa jornada, Lucas Maranho (gestor e CEO da nossa órbita) nos guia de forma didática e mostra ao vivasso como manejar essa ferramenta!

Se você perdeu a transmissão, não se preocupe – trouxemos os pontos mais importantes citados durante o webinar especialmente pra você!

De obsoleto a indispensável

O GSC (Google Search Console) foi considerado por muito tempo uma ferramenta obsoleta e pouco útil. Mas quando o Google trabalhou na usabilidade com foco na experiência do usuário, transacionou o recurso a uma nova classificação, tornando-o mais útil e, consequentemente, mais utilizado.

Com isso, Lucas ressalta como tal instrumento é fundamental hoje em dia, e tê-lo à disposição proporciona um leque de informações vasto e detalhado para a performance de um site.

“Quem faz SEO e não sabe usar o Google Search Console, não faz SEO”

Simples assim.

O que é Google Search Console?

Começando com uma introdução básica, já conhecida por muitos, mas necessária! O GSC é uma ferramenta gratuita oferecida pelo próprio Google, que ajuda a entender e melhorar o modo como o usuário vê o seu site.

Ou seja, ela nos dá insights para compreender o comportamento do usuário e realizar manutenções no site. Tudo isso para melhorar o desempenho das páginas.

Entenda que o domínio completo ou dos princípios básicos dessa ferramenta pode ser usado a seu favor, principalmente no desenvolvimento do seu e-commerce!

Diferença entre o Google Search Console e Google Analytics

O Google Analytics é uma tag ou javascript que você deixa dentro do site funcionando como um “trackeamento”, que registra os acessos, indica de quais canais vieram e como foi a movimentação e o comportamento do usuário.

Para obter essa tag é necessário estar cadastrado na ferramenta – ela gera um código e você o insere no site.

Já o Google Search Console é como se fosse um “Analytics do Google”. Essa analogia é feita pelo fato de o Google fornecer uma pequena análise do que tem no site dele. Imagine que, quando você acessa o GSC, está acessando os dados do “google.com.br” e como ele levou tráfego (orgânico) ao seu site.

Por que é importante termos o GSC vinculado ao nosso site?

Tópicos explicativos sobre tema em fundo preto e branco.

Ao falar da importância da vinculação, Lucas explica que existem apenas duas possíveis formas de ser “visto” pelo Google: quando você é rastreado por meio dos backlinks ou quando há um cadastro na ferramenta do Google Search Console.

Uma vantagem do GSC é a ligação direta com o Google – isso permite que o mesmo te envie alerta sobre possíveis vírus, spams e problemas do seu site.

Sem indexação, fica difícil realizar trabalhos de SEO. Imagine um cenário no qual você está ralando para entregar a melhor experiência e conteúdos relevantes para seu usuário, e o Google não é capaz de reconhecê-lo?

Principalmente em casos de um site novo ou de pequenas empresas que estão começando no SEO. Então vai uma dica, cá entre nós: leve em conta o cadastro como prioridade.

Como habilitar a ferramenta e as diferentes formas possíveis

Há uma divergência no momento de aplicar um domínio ou prefixo de URL.

O prefixo do URL funciona da seguinte forma: ao colocar um código, o Google te dá uma leitura única. Nesse caso você só consegue analisá-lo dentro da ferramenta.

Já o domínio consegue compilar todos esses prefixos para unificar as visitas de todos e ter maior controle das taxas.

Existe um que seja melhor entre ambos?

Tenha ambos à disposição, e não opte por apenas um deles. Até porque cada um tem suas vantagens… Assim como tudo na vida, astronauta!

É sim importante ter o domínio, e super importante ter o prefixo principal, pois alguns relatórios NÃO saem com domínio. E se você é uma pessoa analítica e gosta de ter um controle sobre suas métricas, essa pode ser a melhor escolha.

Relatório principal de desempenho

Finalmente chegamos ao prato principal! Uma dica que nosso especialista dá é de, antes de executar qualquer um desses cálculos, analisar o volume de 30 dias.

CTR ou Click Through Rate é definido como a taxa de cliques e se calcula com a seguinte fórmula: nº de cliques + nº de impressões * 100 = ….

cálculo detalhado de taxa de cliques em fundo preto e branco.

Você sabia que essa fórmula é a mesma utilizada por outras funcionalidades do Google como ADS, emails e também em buscas branded? A posição média calcula a média de valor de todas as posições baseadas em impressões.

Alguns pontos que devem ser levados em conta com relação à posição média ou ponderada são que nem tudo se aplica e existem alguns riscos que você pode correr:

A posição 12 pode ter ser melhor do que a posição 2

Quê? Mas como isso é possível?

Você sabe como a Bíblia dispõe o texto não é mesmo? O buscador faz algo parecido…

Por exemplo, classificar informações no lado A ou B da página.

Captura de tela do buscador dividido em lado A e B

No lado A, teremos as posições de 1 (um) a 10 (dez). Em compensação, no lado B teremos da posição 11 (onze) a 23 (vinte e três).

Geralmente, a posição que fica disposta à direita tem uma autoridade e relevância absurda e é um SLOT – são os cartões de imagens, vídeo ou mapas que nos deparamos na SERP.

Como somos seres visuais, geralmente queremos objetividade e as coisas com facilidade, dirigimo-nos diretamente a esses cards e geralmente já encontramos o que buscamos.

Se você tem interesse em mais tópicos como esse, recomendo a leitura: SEO On SERP: A Evolução do Trabalho de SEO

Muitas das impressões não são computadas

O Google não contabiliza as impressões após o refinamento de buscas! Ele entende que você está fazendo esse refinamento dentro do site dele, então você pode continuar recebendo cliques – mas sem uma impressão contabilizada.

Em suma, o Search Console traz resultados muito completos e confiáveis! Lembre-se de sua importância e explore o recurso para garantir o desempenho do seu site.

Aqui na liveSEO nós utilizamos essa e diversas outras ferramentas que complementam as análises, então entenda como uma recomendação de profissional!

Agora vamos retornar à base. Esperamos você, aqui, no próximo webinar para aprender junto com a gente.

Até mais, astronauta!

Deixe um comentário

Webinars relacionados