Capa do post Conteúdo SEO

Conteúdo SEO: uma estratégia fundamental para alcançar o topo do Google

Conteúdo
Conteúdo

E aí, pessoal! Aqui é a Camila Yuemi, tripulante conteudista da liveSEO! Vim trazer um post completo sobre – *que rufem os tambores” – conteúdo SEO! Isso mesmo, este texto é uma metalinguagem com o objetivo de proporcionar conhecimento a você, que busca posicionar seu site nas primeiras posições.

Está preparado? Então confira o que preparamos para você!

Conteúdo e SEO: qual a conexão entre os elementos?

Para compreender do que se trata o conteúdo SEO, precisamos, primeiramente, desmembrar os termos isoladamente. Nesse sentido, trago à reflexão: o que é conteúdo e onde ele entra nas otimizações de SEO?

Conteúdo é, em sua definição, “aquilo que está contido em algo, ocupando um espaço” – cujo sentido é amplo e abrange diversas possibilidades de aplicação. No marketing, o termo está relacionado à comunicação nas mídias sociais, local onde a utilização tem o propósito de atrair e oferecer informações ao leitor por meio da linguagem, tanto verbal quanto não verbal.

É por meio da linguagem, esse sistema complexo de signos com significantes e significados, que os seres pensam, se comunicam e assimilam as informações do mundo. E no universo SEO a linguagem entra como um fator essencial, afinal, é por meio das palavras – faladas ou escritas – que os usuários fazem buscas por informações e produtos no Google.

Nesse sentido, levar em consideração as palavras-chave foi a maneira que o buscador encontrou de levar ao seu público o melhor resultado possível, de acordo com sua intenção. Uma estratégia genial, concorda?

E com uma leve compreensão de como o Google funciona, a importância do conteúdo para o SEO fica ainda mais clara: ele contribui para que o crawler rastreie, indexe e classifique sua página – posicionando a partir do que acha relevante ou não ao seu usuário. 

Mas… como criar conteúdos visando as Otimizações dos Motores de Busca?

Principais estratégias de conteúdo SEO

A partir do que foi dito, é hora de entender em qual atmosfera o conteúdo se aplica no universo do SEO. Por isso, separamos as principais estratégias quando se trata do assunto. Olha só:

1.   Palavras-chave

Como foi possível perceber, o conteúdo gira em torno de palavras-chave. Mas isso não significa que produzir conteúdo consiste em ficar repetindo a keyword desenfreadamente! Pelo contrário, a repetição excessiva das keywords ao longo do texto é uma técnica chamada de keyword stuffing, que existe como uma herança do SEO arcaico.

Se antes essa ação era vista como uma estratégia de posicionamento, hoje é vista como uma prática black hat, justamente por não proporcionar uma boa experiência ao usuário.

keyword stuffing é spam de palavras-chave, conhecido como black hat SEO

Essa otimização aconteceu graças a atualizações do Google, como Hummingbird e Rankbrain, que tornaram as buscas muito mais assertivas à intenção do usuário. Ou seja, com a ajuda de uma Inteligência Artificial, o buscador passou a considerar não apenas a palavra-chave em foco, mas também o campo semântico – que chamamos de LSI (Latent Semantic Indexing).

Isso significa que um bom conteúdo SEO trabalha a keyword e seu campo semântico de maneira natural, coerente e equilibrada.

2.   Blogposts

Quando o assunto é conteúdo, é normal que a palavra “blog” apareça relacionada. E não é para menos: vincular um blog ao e-commerce é uma estratégia altamente eficiente para aumentar a relevância e a autoridade de um domínio.

Isso porque é no blog que podemos trabalhar de modo assertivo as keywords informacionais, que trazem consigo um caráter informativo e não necessariamente comercial.

exemplo de keyword informacional

Desse modo, você entrega materiais relevantes e de qualidade ao seu público, fortalecendo o branded. E mais: ao gerar conteúdos de qualidade, você gera engajamento, fazendo com que seu público compartilhe, comente, interaja, e navegue pelo seu site por links internos estrategicamente posicionados.

E quando o Google percebe que tem muita gente se interessando pelo seu site/blog, as chances de classificá-lo em uma boa posição na SERP são maiores, aumentando o cluster de palavras-chave para as quais o domínio posiciona.

Deu para perceber que o blog é uma estratégia valiosa de SEO, né? Além de posicionar diferentes tipos de keywords, aumenta a autoridade do domínio como um todo e, consequentemente, o número de acessos.

No webinar “Blog + SEO + e-Commerce”, você entende mais claramente a influência do blog sobre sua loja virtual – vale a pena assistir. E se você já tem um blog, é hora de rever quais estratégias são trabalhadas. Para isso, indico a leitura do post: Topic Clusters: como organizar seu blog de forma estratégica!

3.   Textos para categorias e marcas

Em e-commerces, o conteúdo está presente em tudo – da categoria ao produto. Como apresentei no webinar SEO para Produtos, juntamente com nosso Master SEO Lucas Maranho, a função do conteúdo na loja virtual é acolher o usuário, oferecendo informações relevantes para sua compra e, consequentemente, aumentando as chances de conversão.

Vale lembrar que o conteúdo se encontra em diversos campos, não apenas nos títulos e descrições de produtos, mas também na parte superior do catálogo de produtos, inferior, lateral, enfim, em diferentes placeholders.

E não preciso nem dizer que são locais perfeitos para fortalecer as boas práticas de Content SEO mencionadas aqui, como links internos, uso de palavras-chave e mais.

4.   Links internos

Os links internos são uma estratégia básica de conteúdo SEO. Eles permitem que o usuário navegue pelas conexões oferecidas, acessando informações valiosas para sua busca. Tudo isso resulta em uma melhor navegabilidade.

Mais do que isso, eles melhoram a fluidez do rastreio, facilitando o trabalho do crawler no momento de fazer um diagnóstico do site.

Mas, espera aí! Não é para sair fazendo links internos no seu texto aleatoriamente! Eles devem ser estratégicos, isto é, devem fazer sentido para seu usuário e conter um anchor text adequado – em keywords relevantes, evitando termos como “clique aqui”.

exemplo de anchor text no conteúdo SEO

5.   SERP – Search Engine Results Page

Como matriz do SEO, a Search Engine Result Page – ou “Página de Resultados do Motor de Busca” no bom e velho Português – é onde as conclusões das buscas realizadas pelo usuário são apresentados, em ordem de classificação.

Essa página é um enorme e eterno leilão: cada página apresenta em torno de 10 resultados lutando entre si para conquistar o cinturão do primeiro lugar do Google. E é claro que lá o conteúdo tem papel fundamental!

Ele aparece em diferentes formas:

  • Meta title: este é o espaço destinado ao título do URL. Assim, deve abranger a palavra-chave em foco e conter um número específico de caracteres.
  • Meta description: esse campo corresponde à descrição que aparece abaixo do meta title, como uma pequena introdução do que o leitor encontrará ao acessar o link.
serp com meta title e meta description

Tanto o title quanto a description são elementos fundamentais para o crescimento de um site. Embora não sejam exatamente fatores de rankeamento, são elementos chave para aumentar a taxa de cliques – Click Through Rate  se estiverem adequados a nível de UX.

Para criar bons conteúdos de SERPs, devemos utilizar ferramentas especializadas, a partir das quais é possível analisar quais são as keywords mais buscadas, quais as tendências e particularidades. Somente seguindo as diretrizes é possível responder à intenção do usuário e atrair cliques de qualidade.

6.   Atributo Alt

Como disse no início, a linguagem é a cerne do conteúdo, e se divide em verbal e não verbal. A verbal é a “verbalizada”, isto é, manifestada através de palavras faladas e/ou escritas. A não-verbal, por sua vez, é a “não verbalizada”, representada por meio de signos visuais.

Se no Google o conteúdo verbal é o texto, o não verbal são as imagens e gráficos. Eles complementam um ao outro e enriquecem o conteúdo como um todo.

Mas como o buscador analisa uma imagem para classificá-la?

Se você achava que o crawler, no momento do rastreio, parava em cada imagem e ficava apreciando os elementos artísticos para decidir como classificá-la, está enganado. Ele conta com a ajuda do Atributo Alt, que é o texto alternativo utilizado para descrever todos os elementos presentes na imagem.

texto alt no SEO

Além de facilitar a indexação, esse texto substitui a imagem quando o elemento HTML não se renderiza. E por trás disso ainda oferece acessibilidade: é por meio do texto alt que as pessoas cegas e com necessidades específicas conseguem ter acesso ao conteúdo da imagem. 

SEO técnico versus SEO de conteúdo

Visto a importância e as possibilidades de aplicação do conteúdo nas estratégias de posicionamento, entendemos que ele por si só é o suficiente para fazer o site posicionar, certo?

Errado! O conteúdo é apenas um braço do SEO On page, que caminha de mãos dadas com o SEO técnico para, juntos, trazerem resultados positivos. Mas, como amante de tal objeto de estudo, não posso deixar de enfatizar que se trata de um braço muito forte e importante para o seu domínio.

Para mergulhar mais fundo no assunto, acesse nossos posts relacionados – que serão linkados aqui abaixo – e comece já a colocar em prática as estratégias de Content SEO. E se tiver dúvidas, deixe nos comentários, nossa equipe vai adorar te responder!


 

Lucas Maranho
Lucas Maranho
Fundador da liveSEO, Agência com foco em SEO que atende e já atendeu E-Commerces no Brasil, Espanha, Estados Unidos, Israel, Paraguai e Polônia, Chile, Colombia, México, desenvolvendo o SEO técnico e de conteúdo com foco em resultados orgânicos.
Avalie o post:

4 respostas

  1. Amei quando você disse que “o conteúdo é apenas um braço do SEO On page, que caminha de mãos dadas com o SEO técnico”. Concordo plenamente com isso. Parabéns pelo excelente conteúdo.

  2. Adoro este tipo de conteúdo. Além de saber mais sobre o google, estou aprendendo em fazer SEO das minhas páginas de imóveis. Parabéns pessoal do LiveSeo pelo conteúdo ganharam um seguidor !!!!!

  3. Na nossa loja virtual de relógios, usamos muito da estratégia de conteúdo e imagens exclusivas com Alt text, a muitos anos, e sempre funcionou bem.
    Outra técnica que vai bem são os vídeos, desde 2011 temos um canal no youtube que não tem uma super produção de Hollywood mas atrai a atenção de mais de 15 usuários inscritos, acredito ser uma ótima estratégia pois é o segundo portal de pesquisas para tirar dúvidas das pessoas atualmente.
    Mas tudo isso, claramente é preciso ter um site bem alinhado tecnicamente pra conseguir bons resultados nas buscas orgânicas.
    Parabéns pelo conteúdo

  4. Realmente um excelente artigo, muito claro especialmente na parte que fala sobre SEO técnico versus SEO de conteúdo. Esperamos mais artigos como este

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *