Migração SEO – Você sabe como fazer?

Olá, meu nome é Mariana, sou consultora de conteúdo SEO aqui na live e vou te ajudar a entender melhor como funciona o processo de Migração SEO, e mais importante ainda, como coloca-lo em prática aí no seu site.

A primeira coisa que você precisa levar em consideração, é que a migração no SEO vai além de propostas de marketing, ela modifica, principalmente o tráfego do seu site. Esse passo pode gerar desconforto, mas você não deve temer a mudança, pois só ela é capaz de gerar possibilidades muito grandiosas para o seu negócio.

Só com um bom planejamento e com estratégias inteligentes você é capaz de adquirir resultados satisfatórios, e nesse primeiro momento, é importante prestar atenção em quatro possíveis situações que propõem a migração SEO:

  1. Mesmo URL;
  2. URLS diferentes, mesmo domínio;
  3. HTTP > HTTPS (migração como protocolo de segurança);
  4. Mudança de domínio (reposicionamento no mercado).

Agora que você já conhece as possibilidades, chegou a hora de avaliar o seu quadro pessoal e tomar as decisões necessárias para que a migração SEO aconteça de forma próspera.

Migração HTTP > HTTPS

Sua empresa está mudando de HTTP para HTTPS? Fique tranquilo! Esse é um processo simples que pode promover grandes resultados. Sua jornada nesse cenário é tranquila, os possíveis erros são de fácil correção e costumam ter um impacto muito baixo.

O Google mudou a forma de leitura para melhorar a segurança do usuário, agora ele entende o HTTP e o HTTPS como sites diferentes, por isso é tão importante que você mantenha a time line dos processos alinhada.

Comece o processo criando um redirect diretamente do servidores, e simule todas os links redirecionados em uma aba de modo privado. Os links internos também precisam ser atualizados para evitar o consumo indevido do crawl budget do seu site.

O search console deve continuar oferecendo à propriedade correta para os links, e para manter esse alto nível, eles também devem ser atualizados. Depois de todos os testes aprovados e as atualizações finalizadas, chegou a hora de adicionar o novo sitemap, com todas as urls corretas no servidor do seu site.

Migração de Layout

A migração de layout é para aqueles que não sentem medo de arriscar. Ela costuma acontecer de forma simples, quando não acompanhada de alterações na plataforma, mas oferece um fator de risco. As possibilidades de erros são muito grandes, mas o impacto promete ser maior ainda!

Uma atualização tão profunda assim requer muitos testes, principalmente para medir a evolução de cada item. Aplicar métodos de analisar os níveis de performance, na acessibilidade do site , nos processos de UX, e nas possibilidades de rastreio auxiliam na melhora de cada etapa de acesso ao site.

Planejar novas posições de cada link, dando prioridade aos produtos de maior saída, mudar a profundidade de rastreio (crawl depth) para no máximo 4 links, e otimizar a divisão dos links na home também devem ser uma prioridade durante a migração de layout.

Migração de Plataforma (CMS)

Mudar de plataforma é uma decisão muito grande para uma empresa, e ela, normalmente, vem acompanhada da necessidade de evolução, mas esse alto risco se paga com muito desempenho, pode acreditar. Apesar de uma migração complexa, as possibilidades de resultados são extremas, tanto para problemas, quanto para soluções de alto impacto.

O primeiro passo para iniciar a migração de plataforma, é realizar a renovação do layout, seguindo as etapas citadas acima e realizando testes de percepção a cada passo concluído.

Após o domínio total do novo layout, você também vai repetir os processos que acontecem na migração de protocolos, mais especificamente, dentro do search console, atualizando os links necessários para que nada seja deixado pelo caminho.

O redirect é uma etapa essencial na mudança de plataforma, ele prepara URLs antigas de tráfego e backlinks para devolver a eles a autoridade necessária nesse novo momento, essa é uma forma de mostrar ao Google que essas URLs também fazem parte do seu site.

O último passo desse processo, é o tráfego por cluster, você conhece esse grupo? O cluster nada mais é do que o grupo de urls pertencentes ao seu site, e com a migração de plataforma, elas também precisam dessa atualização no redirecionamento. As novas categorias precisam entrar para o novo tráfego do cluster para continuar gerando resultados.

A migração de SEO deve ser um processo realizado com muito cuidado em todas as etapas, nada pode ser deixado de lado para que o sucesso da sua plataforma continue crescendo cada dia mais.

O conteúdo de qualidade também deve acompanhar essa migração, pois de nada vale uma migração de  atualização bem estruturada sem a companhia de textos bem elaborados e inteligentes para que seu site continue crescendo dentro das diretrizes do SEO.

Ficou com alguma dúvida? Relembre os conteúdos nos slides, ou entre em contato com a nossa órbita diretamente aqui pelo site. Venha viver o SEO com a gente!

Deixe um comentário