Reproduzir vídeo

SEO e a Transformação Digital: Por que o SEO é essencial para a Indústria?

Conteúdo
Conteúdo

Nos últimos anos, o cenário digital tem passado por uma rápida evolução, impulsionada pelo constante avanço da tecnologia. Empresas de todos os nichos estão enfrentando o desafio de se adaptar a esse ambiente de mudança e aproveitar as oportunidades que ele oferece. Nesse contexto, o SEO tem se revelado uma peça fundamental para o sucesso de muitos negócios online.

Onde entra o SEO e como ele se conecta à transformação digital? Durante o webinar, Lucas Maranho – CEO da liveSEO – e Gustavo Françoso – Sócio e Head de Vendas e Marketing –  discutiram a respeito e trouxeram diversos insights para auxiliar nessa jornada de migração para o digital.

Transformação digital: o que é?

A transformação digital, de forma bastante enxuta, se resume a transformação de negócios, atividades organizacionais, processos de mindset de empresas e pessoas.

Dentro do nosso contexto de SEO, para alavancar negócios e e-commerces que buscam atingir essa maturidade, precisamos ter três pilares: tecnologia, gestão e cultura.

Tecnologia

A tecnologia desempenha um papel fundamental no contexto da transformação digital. Por meio dela, adotamos e implementamos ferramentas e soluções tecnológicas que impulsionam a eficiência de uma operação, a inovação e a melhoria dos processos de uma empresa.

Vejamos dois exemplos citados por Lucas:

  1. uma rede de lojas físicas que performam muito bem no offline;
  2. uma empresa de software para padarias que realiza sua captação de clientes de forma tradicional e de “porta em porta”.

Para acontecer uma transformação digital em ambas, um dos primeiros recursos que precisam ser aplicados diz respeito à tecnologia.

O primeiro passo para essa rede de lojas é digitalizar seu produto por meio de um e-commerce, iniciando uma jornada de adoção de tecnologias para controle de frete, meio de pagamento, estoque, plataforma e muito mais!

Já a empresa de software pode contar com tecnologias para otimizar a captação de potenciais novos clientes, utilizando plataformas de CRM, email marketing, ferramentas de prospecção e mais.

Gestão

A gestão desempenha um papel fundamental na aceitação e contribuição para uma transformação digital bem-sucedida. Ela também é crucial na construção de um ambiente propício à mudança. De nada adianta contratar o melhor coordenador ou gerente de e-commerce sem que ele estimule e colabore positivamente na promoção de novas tecnologias para melhorar a indústria. Além disso, a gestão precisa estar aberta não apenas a novas tecnologias, mas também a mudanças na cultura organizacional.

Cultura

A cultura refere-se às crenças, valores, comportamentos e mentalidade das pessoas dentro da organização.

Além de uma mentalidade orientada para o digital, é interessante construir uma cultura que abrace a transformação digital e reconheça a importância da presença,  bem como a necessidade de estar atualizado com as tendências e mudanças no ambiente digital.

A transformação digital que não deu certo

Gustavo explica que durante a pandemia, muitas empresas buscaram novas tecnologias e estratégias,incluindo o SEO. O Head relata que testemunhou o  fenômeno do “voo de galinha”— a expressão descreve uma situação em que uma empresa ou projeto experimenta um rápido e expressivo crescimento em um curto prazo, mas logo enfrenta um declínio acentuado ou não consegue manter o ritmo. Isso ocorreu devido à aceleração do processo de transformação digital, no qual muitas empresas adotaram abordagens apressadas e não planejadas, acreditando que apenas lançar um site garantiria vendas automáticas. Além disso, muitos acreditavam que o investimento necessário seria muito menor do que para abrir uma loja física…

No entanto, a realidade revelou-se diferente. A estruturação de um e-commerce muitas vezes é mais complexa do que a de uma loja física. São diversos aspectos a serem considerados, como:

  • a escolha da plataforma;
  • logística e distribuição;
  • segurança e privacidade;
  • integração de sistemas (CRM, ERP, meios de pagamento, etc.).

Agora, após toda a estruturação, surge a pergunta: “Como vender?”

Ao pensar em uma loja física, os concorrentes geralmente são outras lojas da mesma rua, do bairro ou até da cidade. No entanto, no mundo digital, a concorrência se amplia para o Google, a maior avenida do mundo. Portanto, mesmo que uma empresa possua uma estrutura sólida e uma marca reconhecida, ela estará competindo com um indivíduo que opera um negócio a partir do quintal de sua casa, com custos muito baixos, e que vende o mesmo produto por um preço inferior.

É por isso que é crucial ter a consciência de que, para se destacar nesse cenário altamente competitivo, é necessário fazer investimentos significativos.

Compreendendo a transformação digital em 7 passos

  1. Estrutura: A estrutura organizacional interna, que engloba departamentos e processos, desempenha um papel crucial na realização de uma transformação digital eficaz. É fundamental ter uma estrutura flexível e adaptável, permitindo a criação de equipes multifuncionais e a quebra de silos departamentais. Isso promove a colaboração e a comunicação ágil entre os diferentes setores da organização.
  2. Pessoas Internas: A transformação digital requer uma mudança de mentalidade e aprimoramento das habilidades dos colaboradores. Investir em treinamentos e capacitações é essencial para que eles adquiram as competências digitais necessárias. Além disso, é importante envolver e engajar os colaboradores no processo de transformação, incentivando a participação ativa e o compartilhamento de ideias. Nesse sentido, é fundamental que os líderes de alto escalão (C-levels) e o departamento de recursos humanos (RH) estejam totalmente engajados. O RH desempenha um papel importante, acompanhando de perto as necessidades e expectativas das pessoas envolvidas.
  3. Pessoas Externas: Refere-se aos clientes, fornecedores, parceiros de negócios e outros stakeholders da empresa. Na transformação digital, é essencial levar em consideração as necessidades e expectativas dessas pessoas, buscando soluções que melhorem continuamente a experiência do usuário. Isso pode envolver a implementação de sistemas de atendimento ao cliente, parcerias estratégicas com outras empresas e a adoção de práticas de negócios centradas no cliente.
  4. Cultura: É necessário criar uma cultura que valorize a inovação, o aprendizado contínuo, a experimentação e a adaptação às mudanças. A cultura organizacional desempenha um papel fundamental na condução da transformação digital.
  5. Tecnologia: A integração de sistemas, plataformas e ferramentas é essencial para automatizar processos, realizar análises de dados, promover a melhoria contínua e permitir uma comunicação eficaz.
  6. Cliente: O cliente desempenha um papel central na transformação digital. Compreender as necessidades, motivações e comportamentos dos clientes é fundamental para direcionar as estratégias de transformação digital. Por meio da coleta e análise de dados, as empresas podem obter insights valiosos sobre seus clientes, permitindo uma personalização mais eficaz de produtos e serviços. Hoje em dia, não se trata apenas dos produtos, mas da experiência que é proporcionada ao cliente.
  7. Visão: Devido à natureza abrangente da transformação digital, que envolve uma mudança profunda em todos os níveis da organização e atribui um papel estratégico à tecnologia, é fundamental estabelecer uma visão clara e um planejamento estratégico para alcançar os objetivos definidos.

SEO como espinha dorsal

Quando consideramos o SEO como a espinha dorsal de uma estratégia de marketing, é crucial compreender que ele engloba desde o cadastro de produtos, onde buscamos entender a intenção do consumidor e suas principais necessidades. Se esse cadastro não for feito da melhor maneira possível, o consumidor pode abandonar a compra, uma vez que ele busca segurança. No entanto, ao fornecer uma descrição adequada e orientá-lo ao longo de sua jornada de compra, é possível proporcionar essa segurança e incentivá-lo a concluir a compra.

Imagine que o SEO é a estratégia que nos ajuda a compreender completamente a intenção de busca do usuário e determinar em qual estágio do funil de vendas ele se encontra. Isso nos permite identificar os tipos de keywords que ele está buscando, sejam elas informacionais, navegacionais ou transacionais.

O SEO é capaz de fornecer inteligência de negócios valiosa. Por exemplo, ao partir de um conteúdo de blog, podemos reaproveitá-lo de diferentes maneiras em diversos canais (email marketing, redes sociais, etc), alcançando um maior número de pessoas e impactando-as de forma significativa. Dessa forma, o SEO se torna uma ferramenta poderosa para ampliar o alcance e a influência da marca.

Para que o SEO possa ser de fato a espinha dorsal entre suas estratégias, precisamos que o básico seja bem executado, neste caso,  os 3 pilares do SEO. Afinal, se feitos de maneira correta, trarão resultados e impactarão até nas suas campanhas patrocinadas.

A verdadeira transformação digital ocorre quando compreendemos que o digital não é apenas mais um canal, mas sim uma extensão integral das operações e estratégias de uma empresa. Ao reconhecer o potencial do digital como uma extensão do negócio, podemos explorar ferramentas e tecnologias para otimizar processos, aprimorar a experiência do cliente e impulsionar a inovação.

A transformação digital requer uma visão holística, integração em todas as áreas da organização e uma abordagem centrada no cliente. É uma jornada contínua, na qual as oportunidades são infinitas e as possibilidades são guiadas pela visão de um mundo digitalmente conectado e em constante transformação.

Ao abraçar essa transformação, as empresas estarão preparadas para enfrentar os desafios e as oportunidades do ambiente digital, impulsionando o sucesso e criando valor para seus consumidores.

Lucas Maranho
Lucas Maranho
Fundador da liveSEO, Agência com foco em SEO que atende e já atendeu E-Commerces no Brasil, Espanha, Estados Unidos, Israel, Paraguai e Polônia, Chile, Colombia, México, desenvolvendo o SEO técnico e de conteúdo com foco em resultados orgânicos.
Especialistas participantes:

Gustavo Françoso

Head de Marketing e Vendas

Formado em Engenharia de Produção pela UEM, com especialização em Vendas, Negociação, Resultados de Alta Performance pela PUCRS, além de Business Intelligence, Marketing Digital e Estratégia Data Driven pela mesma instituição. Ele atua como sócio e Head de Vendas e Marketing na liveSEO, e também é Mentor da EVOA Aceleradora, auxiliando startups a alavancarem suas vendas. Além disso, é Professor Especialista convidado para a disciplina de Marketing de Busca e SEO na Pós-graduação Mídias Digitais: design e comunicação 2024 da Universidade Estadual de Londrina.

Lucas Maranho

CEO / Founder

Fundador da liveSEO, Agência com foco em SEO que atende e já atendeu E-Commerces no Brasil, Espanha, Estados Unidos, Israel, Paraguai e Polônia, Chile, Colombia, México, desenvolvendo o SEO técnico e de conteúdo com foco em resultados orgânicos.