Capa do post "link baiting"

Link baiting: conheça o conceito e 10 formas de usá-lo

Conteúdo
Conteúdo

Quem produz conteúdo para blogs e E-Commerces sabe que, atualmente, para ter um texto bem posicionado no Google, é preciso superar os concorrentes por meio de um artifício principal: a qualidade. Afinal, com a grande quantidade de informações disponibilizadas online, o motor de busca valoriza aquelas que realmente agregam valor ao usuário.

Com o objetivo de facilitar a sua forma de atender a intenção de busca dos leitores e, ainda, a receber mais backlinks, hoje eu, João Victor Guirado, tripulante de conteúdo da liveSEO, vou te ajudar a manter as suas engrenagens em ordem.

Você topa seguir comigo nesta missão espacial? Veja o próximo tópico para conhecer o que é link baiting e como essa estratégia te ajudará a chegar ao topo.

O que é link baiting? A estratégia isca de links

O link baiting – ou link bait – é definido, em sua tradução literal, como isca de links. Em outras palavras, essa estratégia de conteúdo SEO visa a criação de textos tão bons que por si mesmos são capazes de atrair backlinks, ou seja, os outros sites fazem questão de que o mundo todo o veja.

Para deixar o conceito do link baiting mais claro, imagine a seguinte situação: um pescador, ao inserir uma isca no anzol, faz com que ela seja mais suculenta e chamativa possível, com artefatos que atraem o olhar até do peixe que está na área mais profunda do oceano. Com toda certeza, essa isca será muito desejada por vários cardumes.

Assim como a isca no anzol, o conteúdo produzido com base nessa estratégia será bem visado pelos usuários, que vão compartilhar com outras pessoas, chamando a atenção de outros sites do nicho.

Contudo, tudo parece bom demais e você deve estar se perguntando: “o link baiting realmente funciona?. A resposta é sim! Essa estratégia funciona porque atende um dos principais objetivos do Google: proporcionar a melhor experiência para os usuários e, ainda, responder de forma completa às suas perguntas.

Agora que você sabe o que é link baiting, vou te levar para a parte 2 da nossa missão espacial. Continue a leitura.

Como fazer link baiting? Conheça 10 formas de aplicá-lo

aplicando link baiting

Enfim chegamos à próxima fase da nossa viagem: desvendar o que há por trás dessa estratégia que chama tanto a atenção dos especialistas de SEO (Search Engine Optimization). A partir deste momento, você adentra em um novo percurso, cujo resultado é mais do que certo!

Por isso, aperte os cintos e conheça 10 formas de usar o link baiting nas suas táticas de SEO e aplique ainda hoje no seu projeto!

1 – Aposte em informações em primeira mão

Hoje nós sabemos que, tão importante quanto disseminar ideias verídicas, ser o primeiro a compartilhar com o mundo é essencial. Afinal, o ser humano adora uma informação em primeira mão.

Por isso, para atrair backlinks de forma natural, invista em conteúdos inéditos. Uma dica para ter sucesso nessa empreitada é acompanhar os blogs e fóruns que são referência no seu nicho, tendo em vista que eles sempre trazem novidades e informações relevantes, que você pode aproveitar no seu próximo blog post.

2 – Escreva conteúdos evergreens

Antes de ler essa dica, pense em um assunto do seu ramo de atuação que nunca se torna obsoleto. No âmbito de SEO, por exemplo, podemos citar vários: Triângulo Dourado do SEO, topic clusters, tipos de keyword, entre outros. Esses são assuntos que sempre terão serventia para os usuários.

Por isso, crie textos evergreens – que fazem sentido independentemente do período –, assim, sempre vão atrair os usuários. Agora, mais uma dica: se a temática do seu post sempre recebe novos insights por especialistas e estudiosos, atualize o texto sempre que necessário.

3 – Crie e-books

Os e-books, electronic books, são criados com o objetivo de tratar determinado tema da forma mais completa possível. Por isso, hoje eles fazem parte da estratégia de link baiting, que, como você já sabe, visa atrair backlinks por meio de conteúdo de alta qualidade e relevância.

Produzir um livro no formato digital possibilita atender as necessidades dos usuários de forma aprofundada, proporcionando-lhes maior conhecimento sobre determinado assunto e de forma inteiramente gratuita.

4 – Faça enquetes

Eis aqui uma maneira de utilizar uma única tática para atingir 2 objetivos: ser referenciado por outros sites e obter dados da sua persona. Afinal, os profissionais que atuam na produção de conteúdo online lidam diariamente com ela, que é a retratação de um cliente em potencial. Para criá-la, é necessário ter informações concretas sobre o público alvo.

Por isso, essa tática valiosa visa levantar dados por meio de enquetes, que trarão para o seu negócio informações relevantes sobre o que o seu público tem necessidade.

5 – Elabore infográficos

Um infográfico nada mais é do que um texto informativo com apelo visual. Essa é uma excelente maneira de educar o seu lead, isso porque, com essa tática, é possível enriquecer o conteúdo de uma página e, como sabemos, o Google valoriza conteúdos autênticos e com informações relevantes.

Contudo, não basta apenas inseri-lo no seu texto, você precisa ter uma análise crítica para incluir um infográfico no seu escopo, pois ele precisa complementar a informação de forma assertiva, evitando a redundância.

6 – Listas: fazem toda a diferença em um texto!

As listas são um tipo de post com formato prático, visto que proporcionam a leitura escaneável, capaz de sanar as dúvidas do leitor de forma objetiva. A ideia dessa tática, como o nome já diz, é disponibilizar em um formato de lista, os tópicos principais sobre determinado tema.

Além de serem atrativas, as listas também são uma oportunidade de posicionar o seu conteúdo como featured snippet, trazendo assim mais uma forma de garantir backlinks.

7 – Apresente mapas

Os mapas se configuram como uma das formas de usar o link baiting em um conteúdo, pois, assim como os infográficos, informam visualmente e te auxiliam a destacar dados que poderiam passar despercebidos pelo leitor.

Esse formato de conteúdo ainda é pouco utilizado pelos estrategistas de SEO, por isso, vale a pena que você coloque no seu radar a busca de oportunidades para incluir mapas nos seus conteúdos.

8 – Faça recomendações

Fazer a recomendação de um portal ou uma outra autoridade no seu texto é uma forma de atrair compartilhamentos, isso porque você estará ampliando o reconhecimento do site que você citou.

Porém, é necessário fazer de forma natural e com consciência, pois a sua reputação também está em jogo, então crie uma rede de parceiros que realmente agregam positivamente na sua área.

9 – Insira pesquisas no conteúdo

Apresentar pesquisas importantes, que realmente têm fundamento, é uma forma de mostrar veracidade no conteúdo. Com isso, você oferece informações de fontes primárias para os seus leitores e tem mais chances de ter seu conteúdo compartilhado ebem visto pelo Google.

Vale ressaltar que as pesquisas que você deve levar para o seu conteúdo precisam ser de órgãos certificados e que trazem informações concretas. Nada de incluir achismos ou referências de um jornal pequeno local, combinado?

10 – Desenvolva questionários

Enquanto as enquetes são pesquisas rápidas, que buscam dados reais, mas de forma objetiva, os questionários são mais extensos, possibilitando a conquista de informações mais profundas sobre o objeto analisado.

Com o questionário, você é capaz de obter dados para usar a longo prazo, como também ter insights para criar topics clusters no seu blog que interessem à sua persona.

Gostou de conhecer 10 formas de usar a estratégia de link baiting no seu conteúdo? Espero que, a partir de agora, você conquiste cada vez mais espaço no Google. Mas, antes, continue comigo para a terceira e última parte da nossa missão.

Link baiting ou link building? Conheça as diferenças

Link baiting x link building
Em um universo em constante expansão como o do SEO, muitos termos podem ser considerados a mesma coisa, como é o caso do link baiting e link building. Pode-se dizer que isso se deve tanto pela sua grafia similar, quanto pelos seus principais objetivos. Contudo, essas estratégias não são iguais.

Enquanto o link baiting consiste em conquistar backlinks de maneira passiva, ou seja, por meio de conteúdo atrativo, o link building busca links externos de forma ativa.

Vou deixar mais claro: com o link baiting, como você conheceu neste texto, o objetivo é atrair de forma natural a linkagem de outros domínios, já com o link building, o foco é criar relações clicáveis entre sites para transmitir tráfego e autoridade. Contudo, nada impede que as duas estratégias sejam usadas ao mesmo tempo, muito pelo contrário, essa união pode proporcionar ótimos resultados.

Agora, chegamos ao fim da nossa viagem espacial, você curtiu? Se você gostou deste conteúdo, compartilhe nas suas redes sociais para que outras pessoas que se interessam pelo assunto também possam ampliar os conhecimentos.

Vamos continuar a nossa conversa! Deixe um comentário aqui embaixo com a sua opinião ou dúvida que eu vou te responder.

Lucas Maranho
Lucas Maranho
Fundador da liveSEO, Agência com foco em SEO que atende e já atendeu E-Commerces no Brasil, Espanha, Estados Unidos, Israel, Paraguai e Polônia, Chile, Colombia, México, desenvolvendo o SEO técnico e de conteúdo com foco em resultados orgânicos.
Avalie o post:

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *