O que é Pogo Sticking e como pode afetar seu rankeamento

Se você conhece um pouco de SEO já deve saber que o aprendizado nunca termina. É por isso que os tripulantes da liveSEO organizam expedições periódicas e levam você para explorar novos horizontes por esse universo infinito!

Eu sou a Amanda, Engenheira de Conteúdo da nossa nave e serei sua guia em mais uma viagem. O termo da vez é “Pogo Sticking”, uma ação realizada pelos usuários no momento da busca no Google que pode impulsionar ou atrapalhar seu posicionamento nos resultados.

Já viu que o assunto é importante, não é? Para se manter atualizado sobre as técnicas de SEO e aumentar o desempenho do seu ecommerce, blog ou site, embarque com a gente e saiba tudo sobre Pogo Sticking!

O que é e como funciona o Pogo Sticking?

Pogo Sticking é um termo em inglês que teve como inspiração o famoso “pula-pula” americano e foi adaptado para a área de SEO.

Essa prática acontece quando o usuário de um mecanismo de busca clica em um resultado de busca e volta à página de resultados (a SERP do Google) logo em seguida. Isso pode se repetir diversas vezes, até que ele encontre um conteúdo que o satisfaça.

Por exemplo: se você estivesse buscando entender melhor esse conceito e fizesse uma busca no Google com as keywords “Pogo Sticking SEO”.

Na sequência, você clica no primeiro link, mas percebe que não é exatamente o que estava buscando, seja porque o título está diferente do que apareceu na página de resultados, porque se trata de algo muito técnico e você prefere um resumo ou porque o design do site não te agrada – os motivos são diversos.

Você volta à SERP e clica no segundo link. A mesma cena se repete. Na terceira tentativa você fica satisfeito com o resultado e começa, finalmente, sua leitura. Imagine como isso é percebido pelo Google: “você está dizendo que os sites que indicamos não têm relevância para esse tipo de busca.

É como se você mostrasse os sintomas e pedisse uma solução para o médico e ele receitasse diferentes medicamentos antes de resolver efetivamente o seu problema.

Exemplo Pogo Sticking

Pogo Sticking é um fator de ranqueamento no Google?

Não há um consenso; as diferentes escolas de SEO divergem nas conclusões. No entanto, nós, da liveSEO, e muitos outros especialistas no assunto afirmamos que sim, o Google leva em consideração o Pogo Sticking para o ranqueamento dos resultados da SERP.

Particularmente, fizemos testes que serviram para embasar essa afirmativa e guiar nossas ações como agência de SEO, após muita pesquisa e análise de dados. Portanto, você pode – e deve! – considerar este fator em sua estratégia de SEO, para monitorar e corrigir todos os possíveis problemas com o posicionamento do seu site.

A intenção de busca do usuário e a experiência que ele tem após fazer sua pesquisa e obter os resultados são pontos caros ao Google, pois formam a base do funcionamento do buscador. O Pogo Sticking representa algo que não deveria ocorrer: a rejeição aos conteúdos que ele rastreou, identificou e apresentou como relevantes para você. 

Essa prática é considerada por muitos profissionais como um problema pior que o Bounce Rate – a Taxa de Rejeição -, porque sugere que o seu conteúdo não respondeu à dúvida do usuário.

Se essa situação se repetir várias vezes, ou seja, se os usuários rejeitarem a indicação do seu site, a solução do Google será reavaliar seu ranqueamento na SERP e poderá gerar uma perda de relevância, colocando-o algumas posições abaixo.

O jornalista e repórter de tecnologia Steven Levy, no livro “In The Plex – como o Google pensa, funciona e molda nossas vidas”, destaca que essa não é a única forma de medir a insatisfação de um usuário, já que ele pode ter se equivocado ao realizar a busca ou não ter sido tão específico.

Nestes casos, pode voltar e reescrever as palavras-chave, obtendo resultados mais satisfatórios (a “culpa” não seria do site rejeitado). Pensando em atender esse tipo de “erro”, o Google desenvolveu um box de “As pessoas também perguntam”, para sugerir outras formas de pesquisa que você pode realizar.

De qualquer forma, o Pogo Sticking é uma prática que você precisa estar atento para evitar.

Qual a diferença entre Pogo Sticking e Bounce Rate?

A diferença pode parecer sutil, mas envolve, basicamente, o tempo que o usuário leva para “rejeitar” a página. A Bounce Rate pode ser definida como a porcentagem de visitantes que visualizaram apenas uma página e fecharam o site, sem qualquer outra interação.

Isso significa que o usuário pode ter encontrado a resposta para sua dúvida, mas não quis se aprofundar e conhecer outras partes do site. Já o Pogo Sticking é o clique no link do site seguido, rapidamente, de um clique no “voltar” para a SERP do Google e acesse outro (ou outros) conteúdos sugeridos.

O Bounce Rate não é necessariamente ruim, pois pode ter atendido o visitante, enquanto o Pogo Sticking é sempre uma falha – seja na escolha de keywords do usuário ao fazer a busca ou em algum aspecto da página visualizada em seu site.

Como evitar o Pogo Sticking em seu site ou blog?

Você pode tomar algumas medidas para prevenir que essa prática aconteça em seu site ou blog. Algumas das melhores práticas incluem:

  • Primeiramente, analisar o desempenho das páginas do seu site por meio do Google Analytics – o que também inclui visualizar a taxa de Bounce Rate, por exemplo;
  • Revisar os conteúdos com frequência, para se certificar de que não hajam erros ortográficos, falhas na reprodução de vídeos, links que não funcionam, entre outros fatores;
  • Fazer uma profunda análise de UX – User Experience ou experiência do usuário – de acordo com seu público-alvo, para garantir que o acesso ao seu site será agradável (layout, tamanho da fonte, cores e hierarquia da informação são alguns dos pontos-chave);
  • Realizar uma busca de keywords bem fundamentada para que os conteúdos relevantes do site, com informações úteis, cheguem aos usuários e respondam suas perguntas de maneira adequada;
  • Garantir que Titles e Descriptions estejam de acordo com o conteúdo oferecido.

Todas as sugestões têm importância, mas a estratégia fundamental para evitar o Pogo Sticking é satisfazer às necessidades de quem está buscando. Isso significa que é essencial conhecer o seu público e manter-se constantemente atualizado sobre as boas práticas do Google e as técnicas de SEO.

1 comentário em “O que é Pogo Sticking e como pode afetar seu rankeamento”

Deixe um comentário