Planeje seu E-commerce para 2020 com Rodrigo Nakagaki

Oi, tudo bem? Eu sou a Mari aqui da liveSEO e hoje vamos dar o pontapé inicial para começar o próximo ano no caminho do sucesso! Com a ajuda do nosso querido amigo Rodrigo Nakagaki, lá da NakaRod, vamos conhecer um pouco  sobre como iniciar sua jornada de planejamento de e-commerces para 2020.

Nesse último webinar do ano, colocamos no papel tudo que será necessário para levar seu site para um próximo nível. Alinhar as expectativas é essencial neste momento, você precisa conhecer tudo que tem para saber onde quer chegar. Vamos lá?

Alinhando os setores da sua empresa

Antes de pensar nas estratégias de posicionamento do site, é preciso dar um passo atrás e olhar para dentro da sua organização. Alinhe processos de cada setor, entenda as exigências daqueles departamentos, e planeje tudo que precisa ser feito para que eles caminhem seguindo os propósitos da empresa.

Esse processo pode até parecer muito distante da “vida online”, mas suas estratégias de e-commerce só vão ganhar força e propósito se todas as engrenagens, principalmente as que operam no offline, estiverem devidamente ajustadas e prontas para o trabalho.

Analises geral de um ecommerce e o seu planejamento 2020

Entenda seus canais de venda

Sejamos sinceros, é quase impossível construir metas de sucesso sem antes analisar tudo que seus canais atuais podem te oferecer. Comece essa etapa de levantamento de informações com seu mix de produtos, e como ele está se comportando em relação as vendas realizadas em 2019.

A próxima análise pode ser feita em cima dos canais em que seu e-commerce opera. Como eles estão operando? Qual deles é mais rentável? Você enxerga alguma possibilidade de corte de recursos? A partir da resposta para essas perguntas, você já tem um patamar geral de todos os canais que seu planejamento precisa alcançar.

Agora que você conhece mais profundamente seus canais de venda, e todos seus padrões de comportamento, fica mais fácil criar indicadores para gerir o próximo ano do seu e-commerce. Lembre-se sempre dos possíveis cortes de gastos e da margem de lucro necessária para continuar sua rotatividade no positivo!

Atenção especial ao comercial

De nada adianta um canal de vendas bem estruturado sem um produto que atenda todas as expectativas do seu cliente, certo? Por isso o setor comercial também deve ganhar sua avaliação direcionada. E é nessa etapa que alguns gastos podem ser negociados, ou até mesmo eliminados.

A forma como seus clientes tem acesso ao seu produto pode ser um diferencial importante na hora do fechamento da compra. O carrinho abandonado e a as demandas de troca/devolução são os fatores de análise que vou te oferecer um maior conhecimento, e ideias para mudanças, nesse aspecto.

Pensar em gastos e pensar em fornecedores? Então é com eles que mora uma possibilidade de negociação, tanta para economia, quanto para melhora do serviço. Promoções para limpar o estoque em datas sazonais e medidas que diminuam os custos de entrega são ótimas estratégias para o próximo ano, você só precisa consultar no comercial se elas são possíveis no seu e-commerce.

exemplo de custos comerciais por marca em um ecommerce

Encontre os indicadores com o marketing

O marketing digital vai bem mais além de um Facebook bonito, ou um Instagram com imagens divertidas. Ele precisa ser pensado a partir de indicadores e processos que correspondam as metas de todos os outros setores que movem o negócio.

O ponto de partida para seu planejamento de e-commerce deve começar com uma decisão básica: seus produtos, sendo eles próprios ou de fornecedores, serão dispostos em um marketplace ou em um site pessoal? Essa delimitação já estrutura caminhos distintos para você seguir.

Essa escolha determina os tipos de indicadores que devem ser levados em consideração para que os objetivos sejam alcançados. Por exemplo, o site próprio permite maneiras mais baratas e eficientes para atrair tráfego orgânico, sejam com newsletters ou técnicas de SEO. A principal vantagem aqui é investir esforços num espaço que você tem total controle.

Exemplo de custos planejando os canais de marketing

Cresça com seus canais de vendas

Dentro do seu planejamento de e-commerce para 2020, você precisa encontrar maneiras de crescer com o seu negócio, e um aumento inteligente dos canais de vendas pode favorecer ainda mais essa ideia.

Aproveite seu mix de produtos, e as negociações de economia que já comentamos para expandir. Seu produto sustenta as vendas por atacado ou ele se comportaria melhor com representantes? E as feiras expositoras, são uma possibilidade? Para encontrar os formatos ideias para você, é importante realizar essa longa pesquisa.

Planeje, execute e acompanhe!

Depois de estudar todos os dados que o trabalho da sua equipe gerou em 2019, chegou a hora de colocar a mão na massa e realmente organizar seu planejamento de 2020. Comece com a definição de metas e indicadores, mas não exagere, eles devem ser elencados de uma forma realista, funcional e dentro de um período específico.

Temos um post muito interessante que fala sobre Gestão de Resultados em SEO, pode ser útil nessa etapa!

Não se esqueça de incluir nessa organização os orçamento para gastos fixos e extras, e também as metas de vendas, ele vão te auxiliar no alinhamento de tarefas para o ano. O planejamento de e-commerce deve ser contínuo, com revisões mensais e atualizações sempre que necessários.

Ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Consulte os slides para relembrar o conteúdo ou entre em contato com os tripulantes da nossa órbita aqui pelo site. Leve o SEO para sua empresa em 2020!

Deixe um comentário